sábado, 10 de setembro de 2011




Todos nós já vimos uma tabuleta com esta inscrição por sobre um veículo, nas páginas de um jornal, em frente a uma casa ou terreno, etc., etc.
  Desde tempos imemoriais o homem compra e vende, vende e compra.
   Jesus referiu-se ao excesso de negócios que eram realizados no tempo de Noé, numa antevisáo dos últimos dias, os quais certamente já começamos a viver.
   Compra-se e vende-se por toda parte. Em todos os lugares. Por todos os meios. Para todas as pessoas. Em todo o tempo.
   Existem algumas coisas que nunca deveríamos comprar. Outras, que jamais deveríamos vender. Com certeza, temos tristes lembranças em ambas as direções.
   Vizinho ao palácio do rei Acabe, de Samaria, havia um magnífico terreno, que o jizreelita Nabote herdara de seus antepassados e conservava com desvelo.
   A proprieda situava-se contígua ao palácio do rei, que a observava com frequencia. Primeiramente, a observou. Depois, a apreciou. E, finalmente, a cobiçou.
   Certo dia o monarca encontrou-se com Nabote e lhe propös um negócio vantajoso: trocar aquela vinha por uma horta, bem melhor, ou o rei lhe pagaria o preço certo.
   Só que não havia uma placa na frente da vinha – VENDE-SE. O jizreelita ignorou as vantagens reais e foi direto ao assunto: Minha vinha náo está à venda. Afinal de contas, era uma herança e pessoas sábias não vendem sua herança.
   Nabote detetou alguns pontos negativos na proposta do rei Acabe.
   Número um: a lei mosaica proibia o rei de comprar propriedades particulares.
   Número dois: o rei propös trocar uma vinha por uma horta e isso é potencialmente um mau negócio.
   Número trës: o rei compraria por dinheiro e embora náo dissesse por quanto, Nabote sabia que o dinheiro se vai facilmente, enquanto as heranças são permanentes.
  Número quatro: Uma herança que vinha há gerações precisava ser mantida e Nabote certamente pensou em seus filhos e netos, que m ereciam desfrutar daquilo que ele mesmo experimentava.
   Quando o rei declarou a Jezabel que Nabote rejeitara sua proposta a ímpia e temperamental rainha planejou a morte do dono da vinha e levou o rei a dela se apoderar.
   Nabote pagou com sua vida o preço de sua fidelidade. Mas Acabe e Jezabel foram punidos por Deus pela tragédia que causaram. Como se usa dizer há séculos, o crime jamais compensa.
Xxx
   Acabe é um símbolo de Satanás, que náo deseja que os santos filhos de Deus desfrutem a herança que o Pai celestial lhes tem dado.
   As vezes o Inimigo propõe a troca da herança e sempre por algo interior. Ou então oferece bastante dinheiro para adquiri-la.
  As Escrituras Sagradas são nossa primeira herança. Definitivamente náo podemos substitui-la. Ela é nosso leite, nosso pão, nossa espada, nossa lämpada, nosso martelo e nosso espelho.
   Outra grande herança é nossa salvação. Nada pode ocupar o seu lugar. Ela é totalmente inegociável. Ela nos assegura o direito de entrarmos no Céu e lá vivermos eternamente. Ela alterou nossa condi;áo de miseráveis pecadores e nos conferiu o status de príncipes espirituais.
   Nossa herança inclui a fé, o batismo com o Espírito Santo, os dons espirituais e a esperança da volta de Cristo, elementos que náo possuem preço para negociação na Bolsa de (falsos) Valores de Satanás.
   Os ministros de Deus não devem negociar sua chamada, nem sua vocação, nem seu ministério. Muitos o compartilham hoje com atividades contrárias à forma de viver dos eleitos de Deus. Outros repartem o tempo devido ao púlpito sagrado com as cadeiras onde se assentam escribas e fariseus modernos.
   Nabote náo pode morrer. Precisamos vë-lo e të-lo entre nós. Que Acabe se acabe, e Nabote permaneça.
   Nossa vinha tem produtos celestiais que a horta de Acabe não cultiva.
   Toda a fortuna de Acabe náo é suficiente para comprar um metro de terra da nossa fazenda-herança, que é incorruptivel e incontaminavel e não se pode murchar, como afirma a Escritura.
   Povo de Deus, mantenhamo-nos em estado de alerta. Nossa herança não está à venda. Por favor, se alguem encontrar essa placa por aí, ajude a retirá-la.
   Cuidemos de guardar para as futuras gerações o que as que nos precederam nos legaram: a bendita herança do Senhor.

3 comentários:

Susana disse...

Glórias a Deus por essa mensagem, pastor. Infelizmente, vemos muitos trocando a herança eterna, por uma herança temporária. Que o Senhor nos a ajude a guardar a nossa herança.

Pb. Glauko Santos disse...

Passando rapidamente por aqui aproveitando o momento de trégua para registrar que muito vale não perdermos o foco de sobre essa herança.
Se alguém trocar a vinha pela horta, certamente perderá a grandeza da herança. "Uvas" são muito mais excelentes e valiosas do que "vegetais e hortaliças".
Abraço fraterno com graça e paz do Senhor Jesus ao nobre mestre e amigo.
Pb. Glauko Santos,
São Gonçalo-RJ.

Mar disse...

Bispo Edir Marcedo
Diabo na igreja parte 2 (qual a diferença?)

http://www.youtube.com/watch?v=hSWiZWg8zfU&feature=related