segunda-feira, 22 de outubro de 2018


15 PERGUNTAS E RESPOSTAS A RESPEITO DOS ANJOS

1.     Onde está escrito que os anjos são seres espirituais? Em Hb 1.14
2.     Os anjos participam do nosso nascimento? A Bíblia apenas informa que o nascimento de algumas pessoas foi anunciado por anjos. Exemplos: Jz 13; Lc 1.11-13; Mt 1.20,21.
3.     Que tipo de obediência os anjos prestam a Deus? Total, I Pe 3.22; II Pe 2.11; Lc 11.2; Sl 103.20.
4.     Anjos podem casar-se? Absolutamente não, Mt 22.30.
5.     Onde a Bíblia menciona expressamente a participação de anjos no processo da Segunda Vinda de Cristo? II Ts 1.7,8; Mt 25.31.
6.     Onde os anjos são chamados de ceifeiros? Mt 13.24-30, 37-40.
7.     Existe algum texto que menciona que os anjos não podem ser adorados? Ap 19.10; 22.9. (Mt 4.10).
8.     Os anjos têm nomes? As pessoas têm nomes, as estrelas também. Seria impossível os anjos possuírem personalidade e não terem seus próprios nomes. A Bíblia, porém, menciona apenas Gabriel e Miguel.
9.     Podemos ver anjos em sonhos? Leia Mt 1.20.
10.  Algum dia os anjos morrerão? Não, pois são seres imortais, Lc 20.36.
11.  Onde está escrito que anjos participaram da cerimonia de entrega da Lei a Moisés? At 7.53; Gl 3.19; Hb 2.2.
12.  Onde se lê que os anjos louvam a Deus? Sl 148.2; Is 6.3; Lc 2.13,14; Ap 5.11,12; 7.11,12, etc.
13.  Qual a mais conhecida classificação dos seres angelicais? Serafins, Querubins, Arcanjos e Anjos.
14.  Os seres angelicais possuem asas? A Bíblia menciona querubins e serafins como possuindo asas, Ex 25.20; Is 6.1-3.
15.  Que menciona a Bíblia sobre a santidade dos anjos? Leia Dn 4.13; 4.23; 8.13; Sl 89.5-7 e Dt 33.2.

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Tenho o elevado prazer de informar que o SENAPEV USA 2018 (Seminário Nacional para Líderes e  Pregadores do Evangelho) realizado em Los Angeles, Califórnia, de 11 a 13 de outubro foi um sucesso total.
Participaram servos e servas de Deus procedentes dos estados de Massachussets, Florida, Connecticut, Virgínia e Califórnia, bem como do Brasil (Rio de Janeiro, Brasília e Pará).
O ambiente espiritual foi o mais intenso possível; as mensagens foram altamente inspiradoras e o testemunho comum foi este: Deus operou extraordinária e sobrenaturalmente.
O evento realizou-se nas instalações da IGLESIA CEC (Centro de Evangelismo Continental), dirigida pelo Pr Joel Gomes.
Ao final do Seminário o Pr Jesimiel Moisés assumiu a presidência do SENAPEV e um de seus primeiros desafios é começar os preparativos para a próxima edição, que deverá acontecer na cidade de Bridgeport, Conn, na segunda semana de outubro de 2019.

sábado, 7 de julho de 2018


FELICIANO AMARAL: MAIS UM HERÓI PROMOVIDO À GLÓRIA

As fileiras dos combatentes de Cristo em Sua Igreja aqui na Terra perderam neste fim de semana um ilustre guerreiro, o qual deixou esta vida na condição de herói, posto que durante várias décadas viveu a serviço do Rei e do Reino.
Ele abençoou gerações com a elegante beleza de sua voz absoluta e permanentemente sem afetações, simples e inspiradora do mais alto nível.
O pastor Feliciano Amaral, que viveu 97 anos, era mineiro, natural de Miradouro. Foi batizado em 7 de março de 1943, na Igreja Batista de Muriaé.
Sua carreira como cantor evangélico teve início em 1948, ou seja, há precisamente 70 anos e começou a gravar seus hinos em discos de 78rpm.
Seu nome aparece na edição de 2013 do Guinness Book como “o cantor há mais tempo em atividade no mundo”.
As pessoas que o ouviam cantar sempre eram tocadas por Deus, pois a singeleza de sua postura aliada à beleza espiritual das composições sempre apontava para Cristo e tudo que Lhe diz respeito. Tenho o prazer de declarar que ele sempre foi um dos meus cantores favoritos e sempre me causou enorme prazer ouvi-lo.
Muitas de suas canções se tornaram célebres e o tempo não foi capaz de as apagar. Seguem os títulos de apenas algumas:
Bendita Hora de Oração, Não me falaram de Cristo, Eu Sou um Peregrino, Quando Tudo estiver sobre o Altar, Teu Piloto ainda Sou, Pudesse contar toda Glória, Talvez uns Cantem..., À Sombra da Cruz, O Mar é criação do Senhor, A Imagem de Deus, etc., etc., etc.
Como poucos, Feliciano valorizou sublimemente a música sacra e veio a tornar-se um ícone da música crista, sem esquecermos o fato de que foi um extraordinário exemplo de integridade e fidelidade a Deus e à sua Palavra.
Que a nova geração dedique algum tempo a ouvir e apreciar a suavidade de seus cânticos, que sempre tiveram como alvo o enlevo espiritual, posto que, estando ele agora morto, suas canções permanecem vivas, de sorte que, como foi dito a respeito de Abel, “depois de morto ainda fala”.

domingo, 23 de abril de 2017

A LINGUAGEM DAS NOSSAS MÃOS


1.          Mãos falam de aliança
2.          Mãos falam de amizade
3.          Mãos falam de amor
4.          Mãos falam de compromisso
5.          Mãos falam de comunhão
6.          Mãos falam de contribuição
7.          Mãos falam de força
8.          Mãos falam de obras
9.          Mãos falam de sacrifício
10.     Mãos falam de salvação
11.     Mãos falam de solidariedade

12.     Mãos falam de trabalho.