segunda-feira, 22 de março de 2010

SERÁ VERDADE MESMO?


Acabei de receber (22/03/2010) um e-mail, enviado por Joaquim Viana, que transcrevo integralmente a seguir. Se o seu conteúdo é verdadeiro, então as coisas não estão favoráveis para os evangélicos, como se pensa (e se diz). Leia com atenção. é um direito seu comprovar a veracidade da matéria.


Repassando...
Tá chegando a hora.. Vamos ajoelhar e clarar ao nosso Deus...AbraçosVeja abaixo...



Centro Evangélico Brasileiro - Informa à todas as Igrejas Evangélicas e ao povo de Deus sobre as Leis que Tramitam em Brasília. E disse Jesus: 'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.' - (Marcos 13:9 e 13) Fica proibido fazer: · Cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional) P·rogramas evangélicos na televisão por mais de uma hora por dia. P·rograma de rádio ou televisão, quem não possuir faculdade de 'jornalismo'. P·regar sobre dízimos e ofertas, havendo reclamações, obreiros serão presos. Quanto aos cultos: ·Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional) ·As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições. ·Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus. Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.· Se estabeleça: O· dia do “Orgulho Gay” e que seja oficializado em todas as cidades brasileiras e comemorado nas Instituições de Ensino Fundamental (primeira a 8.a série), público e particular. ·Que as Igrejas que se negarem a realização das solenidades dos casamentos de homem com homem e de mulher com mulher, estarão fazendo “discriminação”, seja multadas e seus pastores processados criminalmente por descriminação e desobediência civil. Projeto nº 4.720/03 - Altera a legislação constitucional Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições. 1. Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62).Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora. 2. Projeto nº 6.398/05 – Regulamenta a profissão de JornalistaContém artigos que estabelecem que só poderão fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios. 3. Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso.Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esses atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada. 4. Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas.Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas. 5. Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil.Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial. 6. Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja. Não se deixe enganar a Grande Tribulação está a nossa porta. Faça a sua parte comunique estes fatos aos seus irmãos em Cristo. “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” (Ap. 2:10.) Divulguem! Passe para pastores das igrejas que vocês conhecem, para que todos estejam cientes:- Os sábios não devem colocar os injustos para governar sobre si. Que o Senhor tenha misericórdia de nós para não perdermos nossos direitos de proclamarmos a Palavra de Deus!

9 comentários:

Márcio Cruz disse...

A Paz do Senhor Ir. Geziel e demais.

Talvez isto possa servir para despertar algumas pessoas que se ocuparam demais com as coisas desta vida e deixaram de lado a Seara.

Este é o lado negro do capitalismo. E todos nós se não cuidarmos de nossas vidas, poderemos cair na mesma problemática.

Como dizia Jesus: OLHAI, ORAI E VIGIAI!

Ele está voltando!!!

PREGADOR DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO disse...

Pastor Geziel, a paz!
Acredito que possa ser verdade (é claro que deve ser confirmada a veracidade), porque realmente as coisas no nosso Brasil (em relação ao evangélicos) está correndo frouxo...Digo, muitos estão totalmente a vontade no meio evangélico e isso tem aberto espaço para que lobos devoradores entrem no meio do rebanho.
Acho que Deus pode permitir isso e muito mais para nos acordar.. A responsabilidade da Igreja vai bem além de arrecadar milhões com dízimos e construir CATEDRAIS...mas parece que muitos estão esquecendo disso...é preciso que Deus nos lembre...
Paz!

Thiago Boaventura disse...

Amado Pastor Geziel, a Graça e a Paz do Senhor Jesus.
Estive pesquisando mais sobre o texto, e venho agregar algumas informações sobre os Projetos de Lei citados.
Como no inicio mesmo do texto o Sr falou, cabe a nós correr atrás para saber se procede ou não.
Então, a titulo de contribuição segue.

1) Projeto nº 4.720/03 – Altera a legislação do "imposto de renda" das pessoas jurídicas.

Nenhuma proposição encontrada.
Tipo: PL – Número: 4720 – Ano: 2003 – Autor: – Ementa: – Comissao: 0 – Situacao: 0
Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das "pessoas físicas". Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

Veja o que diz - http://www.camara.gov.br/siLeg/Prop_Detalhe.asp?id=194273

Projeto nº 299/99 - Não procede

Projeto nº6.398/05 – Regulamenta a profissão de Jornalista. Contém artigos que estabelecem que só poderá fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.

Resultado – http://www.camara.gov.br/siLeg/Prop_Detalhe.asp?id=310354

Não achei nada contra pastores!!

Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso. Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esse atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.

Resultado, http://www.camara.gov.br/siLeg/Prop_Detalhe.asp?id=117985

Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas. Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados "criminosos" por pregarem sobre dízimos e ofertas.

Não sei se é bem isso msm.
http://www.camara.gov.br/siLeg/Prop_Detalhe.asp?id=114787

Projeto nº 4.270/04 – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil. Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.
Não procede
http://www.camara.gov.br/siLeg/Prop_Detalhe.asp?id=274390

Projeto de nº 216/04 – Torna inelegível a função religiosa com a governamental. Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.

Nenhuma proposição encontrada.
Tipo: PL – Número: 216 – Ano: 2004 – Autor: – Ementa: – Comissao: 0 – Situacao: 0

Aguardo sua presença em nossa Igreja Ministério da Fé na semana de Pentecostes.
Um grande abraço
Thiago Boaventura

Pastor Marcos Antonio da Silva disse...

Pastor Geziel Gomes
Estimado amigo e precioso irmão,

Pastor Israel Marcelino, novamente pediu-me para entrar em contato com o amado,
no sentido de convidar-lhe para ser o ministrante de nossa

4a. Escola Bíblica de Obreiros em 2010 na Igreja Assembléia de Deus em Hyannis, MA , que ocorrerá permitindo Deus,

no mes de Outubro de 2010 - de 26 a 30 (de terça a sábado)
- sendo dia 26 de outubro, o culto de Boas-vindas; sendo as aulas nos demais dias.

Será uma grande benção te-lo conosco; por certo, o Senhor o usará como instrumento de edificação para todos nós.

Sendo possível, responda-me - para que possa com alegria comunicar o pastor Israel Marcelino - que incumbiu-me desta tão nobre missão em contatá-lo.

No grande Amor de Cristo, e na esperança de te-lo conosco,

Pastor Marcos Antonio da Silva
Vice-presidente
e coordenador da EBO

v.e.mundial@hotmail.com

Pb. Glauko Santos disse...

Prezado Pastor Geziel:
Paz seja com o honrado irmão.
Tenho tomado conhecimento de alguns comentários sobre isto através de algumas pessoas e em alguns lugares. Não conheço a sua veracidade. Mas se isto esteja em via de projeção, será mais uma iniciativa "illuminada" que se levanta contra Deus e tudo que O adora. Enfraquecer mais e mais o sistema que já se faz impotente à demanda requerida da democracia. PbGS - Pb. Glauko Santos - São Gonçalo-RJ.

Mar disse...

LEIS CONTRÁRIAS À IGREJAS PDF Imprimir E-mail


LEIS QUE TRAMITAM EM BRASÍLIA CONTRÁRIAS À IGREJA PRINCIPALMENTE EVANGÉLICAS. NOSSOS DEPUTADOS NA CAMARA FEDERAL ESTÃO LUTANDO CONTRA.
POR FAVOR LEIAM, OREM, INTERCEDAM E REPASSEM PARA TODOS SEUS AMIGOS!!!



'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho.
E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.'
- Marcos 13:9 e 13


A Bíblia diz que no fim dos tempos os filhos de Deus serão perseguidos e odiados. Veja aqui abaixo algumas leis brasileiras, que, SE APROVADAS, impedirão a nossa ação à favor do Evangelho no Brasil:

· Será proibido fazer cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional)
· Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional)
· As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.
· Programas evangélicos na televisão apenas uma hora por dia.
· Pastor só poderá fazer programa de televisão, se tiver faculdade de 'jornalismo'.
· Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus.
· Pastores que pregarem sobre dízimos e ofertas, dependendo do número de reclamações, serão presos.
· Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.
· Igrejas que não realizarem casamento de homem com homem e mulher com mulher, estarão fazendo 'discriminação', poderão ser multadas e os pastores processados.
· Querem que o dia do 'Orgulho Gay' seja oficializado em todas as cidades brasileiras.

Mar disse...

Reforma Constitucional – Mudanças no texto da Constituição que garantem a liberdade de culto. Se aprovadas, fica proibido culto fora das igrejas (evangelismo de rua), cultos religiosos só com portas fechadas.


1. Projeto nº 4.720/03 – Altera a legislação do 'imposto de renda' das pessoas jurídicas.

2. Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'
Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

3. Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62).
Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.

4. Projeto nº6.398/05 – Regulamenta a profissão de Jornalista
Contém artigos que estabelecem que só poderá fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.

5. Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso.
Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esse atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.

6. Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas.
Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.

7. Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil.
Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

8. Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.
Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.


Existem outros projetos em andamento que ferem princípios bíblicos, entre eles:
Casamento de homens com homens e mulheres com mulheres.
Estabelecer um dia oficial do 'Orgulho Gay' em todas as cidades brasileiras, entre outros.


Divulguem isto para seus irmãos em Cristo!!! Passe para pastores das igrejas que vocês conhecem, para que todos estejam cientes, para não colocarmos ímpios no poder, e perder nosso direitos como pregadores da verdadeira Palavra de Deus.

Mar disse...

Fonte :
http://www.catedraldabencao.org.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=692:leis-contrarias-a-igrejas&catid=37:noticias-catedra-da-bencao&Itemid=99

cida disse...

a noticia é falsa, veja https://noticias.gospelmais.com.br/leis-que-tramitam-em-brasilia-contrarias-a-igreja-de-deus.html