sexta-feira, 23 de abril de 2010

POSSO SABER SUA OPINIÃO?

Acabo de receber um e-mailo de um Obreiro quew reside na Grande São Paulo. Estou reproduzindo integralmente sua mensagem e peço aos meus fiéis leitores que emitam sua opinião, em forma de resposta ao missivista, posto que ele faz uma pergunta. Antecipo meus agradecimentos por sua brilhante e indispensável participação.

Querido Pastor?

No feriado do Dia 21 aconteceu o Dia da Decisão (Dia D), evento organizado pela IURD.

Porém observei que toda mídia, exceto o Grupo Record, procurou denegrir de forma muito exagerada todos os fatos negativos ocorridos em todas as cidades, principalmente SP e RJ, como engarrafamentos, sujeira, etc.

Percebi de forma muito forte isso no rádio, TV e Internet, (principalmente as ORGANIZAÇÕES GLOBO) e fiquei espantado de como pessoas não evangélicas registraram comentários pesados CONTRA EVANGÉLICOS DE TODAS AS DENOMINAÇÕES.

Tudo isso, sem comentar o grande número de sinais da natureza (terremotos, vulcões, aquecimento global, etc).

Será que está chegando a hora da Perseguição Final?

BENEILTON SANDRO

6 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado Pr. Geziel Gomes,

A Paz do Senhor!

O mundo jaz no maligno, por isso, lógicamnete sempre agirá com demérito com relação a Igreja do Senhor!

Se o número de pessoas no citado evento fosse insignificante, falariam com desdém, porém, como não podem esconder que a participação popular extrapolou todas as expectativas, com certeza procuraram os pontos negativos e as falhas.

A igreja sempre incomodará o mundo, independente de placas denominacionais. Ainda que pessoalmente tenha ressalvas acerca da Igreja que realizou o evento, o certo é que era a Igreja que estava na rua.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto
AD Cubatão - SP

Charlles Oliveira disse...

Amado Pr. Geziel Gomes,

A IURD tornou-se saco de pancada da mídia, principalmente do 'império platinado', todavia JESUS falou: "... ninguém há que faça milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim. Porque quem não é contra nós é por nós." (Mt 9.39,4).

Não concordo com muitas práticas existentes na IURD, porém o certo é que a IGREJA UNIVERSAL do Cordeiro incomoda e muito o Império das trevas.
É tempo de estar com os lombos cingidos, muitas coisas terríveis virão por aí.

Fique na Paz!
Pb. Charlles Oliveira
AD Pedrinhas (Areia Branca - RN)

Pr. Flavio Constantino disse...

Querido Pastor,

Sem qualquer tipo de masoquismo eu quero aqui Glorificar a Deus pela atitude da mídia, pois, Jesus é quem disse que por causa dEle nos odiariamos.

Então está na hora da Igreja aprender a lidar com os contrários.

No Amor de Cristo,

Pastor Flavio Ferreira Constantino.

Pr. Jesiel Freitas disse...

Caro Pr. Geziel Gomes;

Que a Paz do Senhor Jesus seja contigo hoje e sempre!

Além de pastor, sou também jornalista há vários anos, e, portanto, estou habituado a mover-me entre os caminhos da mídia. Há uma máxima no jornalismo, que constitui-se como princípio fundamental: nós jornalistas devemos reaprender a ouvir mais e a emitir menos opiniões, limitando-nos apenas a transmitir a notícia e os fatos constatados.

Pois bem, assim sendo quero esclarecer que embute-se neste comentário a conjugação de dupla visão: como jornalista e como pastor.

É fato: a mídia em geral reveste-se de um aberto preconceito contra os evangélicos, exceto raros veículos. É comum nas redações ouvir dos editores que não se deve dar espaço gratuito aos evangélicos nas páginas dos jornais, revistas, rádio ou mesmo TV. Ao contrário do que fazem com a igreja católica e mesmo o movimento espírita, acreditam que se os evangélicos querem ser noticiados, devem pagar por isto como espaço comercial. Não bastando fazem o que podem para enxergar apenas o lado negativo dos fatos que envolvem evangélicos, e mais: tentam de todas as formas criar situações de desprestígio e desvalorização do mundo evangélico. Fazem questão de noticiar tudo o que é ruim e parcializar as informações. Testemunho de quem vive e trabalha nesse meio há vários anos. Sou radialista, repórter, trabalhei em televisão, rádio e jornal e portanto, tenho segurança em minhas considerações.

Como pastor vejo o cumprimento da inerrante Palavra de Deus. A perseguição deve causar-nos certo regozijo e o vislumbre da iminente volta de Cristo. Perseguições ao evangelho sempre existiram, mas na atualidade são praticadas de forma diferente, sutil, estratégica e muito bem orquestrada pelo mundo das trevas, nas mãos de quem está a grande mídia (Satanás), aliás, por culpa nossa na pequenez de raciocínio e visão, pois deveríamos tê-la ocupado em maior proporção há muito tempo.

Abraço fraterno.

No mais... Paz!

Pr. Jesiel Freitas

Rangel disse...

Amados !!!

Creio que o que estar por vir sera maravilhoso pois poderemos Glorificar ao nosso Senhor Jesus com testemunho como aos dos Apostolos e cristaos nos tempos de Atos, pois eles sim passaram, venceram e sofreram pelo nome de Cristo de formas que nao podemos nos dias de hoje imaginar. Creio tambem que um dispertar na Igreja de Cristo ao redor do mundo vira !! Sera que de fato estamos prontros para levar as ultimas conseguencias o amor de cristo e a nossa FE por ELE? Quao grande honra que teremos se isso acontecer. JESUS ESTA VOLTANDO !!!!

PS: Pastor e Profetas ! Preparem o povo para possiveis confrontas, quer sejam espirituais, fisicas, emocionais ou psicologicas.

Pb. Glauko Santos disse...

Prezado irmão em Cristo, Pastor Geziel:
A paz do Senhor.
Inegavelmente já estamos às portas da grande tribulação. Estamos vivendo um período de grande obscuridade espiritual e que tende a tornar-se cada vez mais intensa. A igreja não salvará o mundo (muitos serão salvos, salvar-se-ão, mas não todos) – apesar de todo o seu esforço, empenho e determinação no seu trabalho aqui na Terra. Infelizmente muitos estão contando com uma igreja social e compactuante com o sistema mundo, porém ela nunca foi, não é e jamais será, haja vista que ela possui suas identidade e peculiaridades próprias completa, inteira e absolutamente oposta aos ditames, vontades e visão do mundo. Muitos grandes e pequenos infelizmente estão se perdendo literalmente sob o manto da prevaricação premeditada, alguns mesmo estando de Bíblia nas mãos, nos seus apogeus demonstrando com os seus atos subestimadores a tentativa de colocar uma “nova cara” mascarada na igreja, cooperando com o sério risco de se perderem diluídos e massificados no meio do sistema mascarado do mundo. A igreja sempre será “Ekklesia”! Apesar de ser uma organização, ela sempre será a assembléia daqueles que foram “retirados para fora” do sistema mundo, sempre será um organismo vivo e vivificado por Aquele que o mundo não pode recebê-lO. PbGS – Pb. Glauko Santos, São Gonçalo-RJ.